Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

COMO É BOM TE TER

COMO É BOM TE TER                                          
Como posso exprimir por palavras o sabor de te ter?
Como posso alguma vez arrancar de ti, as linhas tatuadas que guardam segredos?
E é isso que somos!
Um segredo...
Como posso eu, desafiar este sentimento, que grita e me rasga o interior?
Tantas perguntas...?
Tantos receios...
E que loucura é esta, onde o mundo se torna um segundo plano...?
Mas é tão bom, te sentir presente, arrancando de mim sorrisos e murmúrios descontrolados!
Oh como é bom...!
Desafiando todas as barreiras e perpetuando este querer e esta fome, que jamais será saciada!
E em teus braços, perco a racionalidade de me sentir homem...!
...sendo apenas e só, o teu homem!
E que castigo mais mereço?
De não te ter agora aqui comigo, escondendo-me apenas na dor do silêncio...
Apenas perdido, na última lua que nos sorriu!
Sente...
Sente-me...
E agora que sorris, parou o meu choro, porque te tenho agora aqui...!

(Augusto Pinto)

Sem comentários:

Enviar um comentário

obrigada pelo comentário