Pesquisar neste blogue

terça-feira, 5 de maio de 2015

Reticências...

Adoro reticências...
Sabe aqueles três pontos intermitentes que insistem em dizer que nada está fechado, que nada acabou, que algo sempre está por vir?
A vida se faz assim! 
Nada pronto, nada definido. 
Tudo sempre em construção.
Tudo ainda por se dizer...
Nascendo...
Brotando...
Sublimando...
Vivo assim...
Numa eterna reticência...
Para que colocar ponto final?
O que seria de nós sem a expectativa de continuação?


Sem comentários:

Enviar um comentário

obrigada pelo comentário