Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

para quem tem possibilidades...

http://www.apela.pt/page/153/como_ajudar_a_apela

A APELA é uma associação que depende dos seus sócios e donativos que consegue angariar.
A sua ajuda é muito importante!

1) Seja sócio da APELA
Para ser sócio da APELA basta preencher o Formulário de Inscrição e aguardar pelo nosso contacto.

A quota mínima anual é de 30€.

Qualquer pessoa ou entidade pode inscrever-se como sócio da APELA.

2) Donativos
Pode fazer o seu donativo através do NIB/IBAN da APELA ou enviando cheque ou vale à ordem da APELA para a nossa sede. Indique o seu nome, NIF e Morada para que lhe possamos enviar um recibo.

Os donativos para Instituições Particulares de Solidariedade Social, como é o caso da APELA, podem ser  abatidos no IRS, no anexo H (Benefícios Fiscais e Deduções), quadro 7.
NIB para donativo: 0007.0369.00030460006.16

IBAN: PT50 0007 0369 0003 0460 0061 6

SWIFT/BIC: BESCPTPL 
Morada: Rua Al Berto lote 18, loja A e B, 1900-918 Lisboa

3) Doação de Ajudas / Apoios técnicosSe tem ajudas técnicas (cadeiras de rodas, andarilhos, camas eléctricas, colchões ou almofadas anti-escaras, cadeiras de banho, equipamentos para comunicação aumentativa, etc.) de que já não necessita, pode doá-los à APELA.
A APELA tem um banco de ajudas técnicas para atribuição /reafectação aos sócios mais necessitados. Os equipamentos de que já não se utiliza podem ser úteis a outros doentes.

 
4
Consignação do IRS
Quando entregar a declaração de IRS, pode apoiar a APELA, sem custos para si. 
Basta preencher o QUADRO 9 DO ANEXO H (Benefícios fiscais e deduções) da declaração:
  • assinalando a opção "Instituições Particulares de Solidariedade Social ou Pessoas Colectivas de Utilidade Pública", e
     
  • indicando, no campo 901 desse quadro, o NIPC da APELA:  504 064 592
É de esclarecer que esta consignação não representa qualquer pagamento adicional. Significa apenas que 0,5% do imposto liquidado irá reverter para a APELA.

Segundo a lei nº 16/2001 de 22 de Junho, uma quota equivalente a 0,5% do IRS, liquidado com base nas declarações anuais, pode ser destinada pelo contribuinte a favor de uma Instituição Particular de Solidariedade Social, que o contribuinte deverá indicar na sua declaração de rendimentos.
Na nota demostrativa da liquidação do IRS, que receberá mais tarde da administração fiscal, irá constar a identificação da entidade beneficiada, bem como o montante consignado.

Agradecemos que nos ajude a divulgar esta informação, transmitindo-a também aos seus colaboradores, familiares ou amigos.

Sem comentários:

Enviar um comentário

obrigada pelo comentário