Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Silêncio tão alto

Banda de ouro

Silêncio tão alto
Não consigo ouvir os meus pensamentos
Gritando me impede de dormir
Estou cansada
Desvanecimento no esquecimento
Não posso fechar os meus olhos
Dói tanto lembrar
Uma vez querida e desejada
Consciências conflituosa
Obrigado a um
Uma banda de ouro minha prisão
Chamá-lo de dever ou covardia
Eu nunca pode deixar

Saudade do outro
Para ser amado e desejado novamente
Entendi
Satisfeito
Eu vou sempre estar livre dessas correntes?
Espero que me mantem vivo
Eu sonho de escapar
Para ser livre
O amor é tudo que eu preciso
Para ser sem grilhões
Mais uma vez em seus braços
Então e só então
Vai o silencio se calam

Sem comentários:

Enviar um comentário

obrigada pelo comentário :-)