Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

E é assim que você imagina sempre não é?

E é assim que você imagina sempre não é?
alguém do lado, pra dormir agarradinho, alguém pra dar amor e carinho, alguém pra dormir abraçado e ficar conversando até pegar no sono.
Mesmo com carinho e amor fazer uma safadeza, se beijar até as línguas ficarem formigando, sentir o corpo um do outro, se amar com toda a intensidade que tem dentro de você.
Ah como seria bom alguém assim, difícil achar mas não impossível de existir.
Quero alguém com todas as intenções,alguém que fique, alguém que tenha vontade de ficar comigo e não soltar mais, alguém pra cuidar de mim e deixar eu cuidar.
Um dia ainda isso vai acontecer, talvez não nessa vida mas minha esperança nunca vai morrer.

Autor: Wagner Pereira.

Eu me apaixonei

                  "Eu me apaixonei pelo teu caos, como alguém que ama o abismo.

Foto: "Eu me apaixonei pelo teu caos, como alguém que ama o abismo."

Abra a janela do teu coração e deixe a alma arejar!!!

Abra a janela do teu coração e deixe a alma arejar!!!
Sabe aquele o cheiro de mofo de sonhos que envelheceu e você nem se deu conta?
Deixe que o vento leve para longe...
Livre-se também do ranço amargo de toda mágoa e do rancor, faça uma boa limpeza na vidraça da janela do coração, garanto que você enxergará melhor a vida lá fora...
Deixe a luz inundar tudo, apagar as marcas das decepções, as tristezas das derrotas, o vicio de sofrer por sofrer e acima de tudo, permita que o sol derreta o gelo da solidão...
Apaixone se por um sorriso e sorria junto, ilumine as janelinhas dos olhos, atraia Beija-Flores, Borboletas, Vaga-lumes, ame a pessoa que o espelho reflete todas as manhãs...
Escancare a janela dos desejos e esbanje sonhos, ninguém sonha em vão, e também não é verdade que os sonhos fogem, as pessoas é que desistem, e eles morrem...
Alicerce seus desejos com bases sólidas e construa dia a dia degraus para você chegar até a sua meta, depois se aplauda, porque você conseguiu! Nisso reside o prazer...
Não permita que nenhuma sombra pesada amortalhe o sol, que nenhuma parede aprisione o vento e cale o som da vida. Jamais se transforme em órfão da luz...
Desenhe um horizonte além da tua janela, exagere as cores e entremeie alegria entre folhas.
Floresça todos os campos que tua vista alcança e depois, vá além muito além...
Amplie a essência da ternura, semeia a brisa um gesto, uma frase doce ou um suspiro. Seguramente alguma alma comovida escutará e devolverá o eco da tua voz...
Desvia teu olhar das coisas tristes e infelizes, transforme em oásis toda aridez que aparecer, jorre venturas e aventuras em abundância, através da tua janela...
Refaça tuas crenças, redima equívocos, culpas, regenere erros e falhas, distribua perdão.
Espalhe poeira dourada de sonhos além da janela, plante flores, colha encantamento.
Permita que as sementes da felicidade se espalhem e contamine toda a terra...
Valorize o melhor de cada pessoa e principalmente o melhor que existe em você....
Abra a janela da vida e seja pleno em cada coisa ainda que pareça pequena.
Exponha na janela toda a alegria de viver, mostre ao mundo um rosto luminoso, uma face sem rugas de preocupações, prontinha para ser acariciada, admirada e beijada...
Viva na forma adulta de ser criança...
Debruce na janela e não olhe a vida passar através dela... Viva!

Lady Foppa
Libélula Encantada


terça-feira, 4 de novembro de 2014

A ADOLESCÊNCIA, ESSE TEMA COMPLICADO…

                              ADOLESCÊNCIA, ESSE TEMA COMPLICADO…

Queridas famílias, falemos dos nossos filhos pequenos, mas falemos também dos nossos filhos adolescentes…Todos sabemos que a adolescência é um período complicado, temos as alterações hormonais e físicas, o limbo entre a infância e a idade adulta, a par com a escolha e identificação em determinados grupos sociais, os namorados e as namoradas, as roupas, as modas, as redes sociais, o afastamento progressivo dos pais, a necessidade de sair cada vez até mais tarde, ascrises de identidade, e muitas vezes a desmotivação na escola…São muitos os factores e mudanças com que lidar, em famílias que têm outros filhos, pais que trabalham até tarde, e pouco tempo e disponibilidade para tudo, é muita coisa de facto.Às vezes pensamos que os adolescentes estão a mudar o comportamento só para nos irritarem, para nos testarem, para serem independentes porque já se julgam adultos.Apesar de isto poder ser verdade, podem existir outras razões que contribuam para estes comportamentos.A verdade é que esta fase é crítica e difícil para todos. Sobretudo para os pais e ainda mais para os adolescentes, que se sentem perdidos entre aquilo que até agora tinha sido a infância e que progressivamente se vai tornando numa maior responsabilização para se comportarem como gente crescida. Agora querem escolher um grupo de amigos com quem se identificam, um grupo que seja “cool”, social e com muitos programas e amigos agregados. Escolhem como agir, o que devem vestir  e o que devem fazer para serem aceites.
Os adolescentes procuram ajuda por várias razões, uma delas é o facto de não quererem falar com os pais ou familiares sobre as suas preocupações, porque isso seria demasiado penoso para todos e acabaria em discussão na certa (pelo menos é o que os adolescentes pensam e me transmitem). Para começar, muitos não falam sobre o que realmente os preocupa, pois isso seria admitir que estão indecisos, perdidos, muitas vezes infelizes e desmotivados para a escola, para os amigos, para a vida em geral. E muitas vezes não querem magoar os pais, ou mesmo ouvir raspanetes, ou ficar de castigo, ou perderem privilégios, como o de saírem com os amigos (pois esta é uma das coisas que os faz sentirem-se enquadrados no meio social e lhes dá bastante significado nesta fase da vida).
É difícil, esta fase é difícil. Cada caso é um caso. Mas considero importante o estabelecimento de limites, a atribuição de tarefas, a responsabilização do adolescente em relação aos estudos, o respeito pelos adultos, o respeito pelo outro.
Sei que nesta fase os adolescentes se afastam, e parece que sentem “cócegas” quando lhes queremos dar um abraço, um beijinho, ou um sinal de afecto. “Já sou um adulto”- pensam – e o afecto de um adulto, e sobretudo dos pais, é sinal de ainda ser criança, de fraqueza e dependência do mesmo.Mas nem sempre isso é verdade. Se há uma coisa que falta em muitos adolescentes hoje em dia, é precisamente o afecto, o diálogo e a compreensão em casa.
- Um sinal de afecto, expresso por uma festa no cabelo, um elogio, um abraço ou um beijinho quando tem uma nota melhor, por algo que ele(a) tenha feito correctamente, por uma ajuda que tenha dado quando não estávamos à espera, por ter ido logo para a mesa, por ter ajudado o irmão. Afinal eles fazem tantas coisas bem feitas, mas são muitas vezes chamados à atenção apenas pelo que fazem mal. Demos-lhes atenção pela positiva, e não só pela negativa.
- O diálogo, perguntar coisas simples, sobre o dia-a-dia, se precisam de alguma ajuda, se gostariam de fazer algum programa específico que os animasse no fim-de-semana, ou se gostariam de fazer alguma actividade extra curricular que os motive. Perguntas rápidas e nunca demasiadas, sabemos as irritações a que estão sujeitos nesta fase. Podem sentir também que nos estamos a intrometer nas suas vidas, e aí, por momentos, podemos dar-lhes algum espaço para crescerem nas suas próprias decisões, sem os enchermos de perguntas e opções a tomar. Demos-lhes espaço, o espaço que eles começam a precisar para encontrarem o canto onde pertencem. Deixemo-los estar sozinhos quando precisam, sabendo que o adulto está presente do outro lado da casa se precisarem de falar.
Mas estabeleçamos também os limites. Os pais estão disponíveis para falar, são amigos, mas acima de tudo são pais. São os pais que os educaram e ainda educam, que se preocupam com o bem-estar dos seus filhos. Não precisamos de estar sempre a relembrá-los disto, mas é importante que os pais se lembrem que são, acima de tudo: pais.
Os limites aplicam-se igualmente aos horários de saídas, à utilização de redes sociais online e à internet. Estimulemos as interacções à séria com os amigos, cara a cara, presenciais. Ajudemo- los a interagir em vez de se esconderem atrás dum ecrã e de fotografias criteriosamente seleccionadas. Mas para isso tem de haver abertura e disponibilidade dos pais para permitirem que os seus filhos vão ter com os seus amigos de forma relativamente autónoma (como era no nosso tempo afinal!).
Em casa podem atribuir tarefas de responsabilidade, respeitando os horários de estudo, mas estimulando a interação em família e reforçando de forma positiva o comportamento quando as tarefas são cumpridas.
Se queremos que os nossos filhos sejam responsáveis e coerentes, nós pais, devemos dar o exemplo. Mantenhamos uma promessa, uma combinação específica, tentemos não inverter a verdade (ou seja: mentir!), pois eles apanham todas as nossas manhas mais cedo ou mais tarde. E o que acontece quando se apercebem que lhes mentimos ou distorcemos a verdade? Deixam de confiar, adoptam comportamentos de maior revolta, deixam de conversar connosco ou de se exporem, porque deixaram de acreditar.
E por último, deixemo-los fazerem escolhas, com a ajuda do adulto, que lhes pode apresentar as várias saídas possíveis, as consequências de diferentes actos e ajudá-los a amadurecer a capacidade na resolução de problemas. Não digamos logo que Não, sem ouvirmos e falarmos sobre as alternativas e as consequências possíveis do que estão a pedir. Conversemos. Quanto aos estudos? Aí vem um tema também complexo…Eles querem passar de ano, eles querem ser aceites e bem recebidos na escola. Mas às vezes não parece, estão desmotivados, ou têm mesmo dificuldades que não nos transmitiram recentemente. Demos-lhes a oportunidade de falar com alguém, um amigo ou outro adulto, que os ajude a perceber de onde vem a desmotivação ou a dificuldade. Muitas vezes os problemas de comportamento em casa e na escola, estão basicamente a camuflar outro tipo de problemas emocionais da criança/adolescente.



Por Rita Bettencourt, para Up To Lisbon Kids


                               

TRANSFORMAÇÕES FÍSICAS





                                       
       

Vacinação Em Dia



A Campanha Nacional de Vacinação contra sarampo e paralisia infantil começa no próximo sábado (8). Para ajudar a controlar a caderneta, o Ministério da Saúde lançou o aplicativo #VacinaçãoEmDia Com ele é possível criar uma agenda, alertas e receber informações de campanhas e vacinas disponíveis. Por enquanto, o app está disponível para o sistema Android, mas em breve será lançado para iOS: goo.gl/r4Yf5o

Nozes: Fruto da época!

Nozes: Fruto da época!
Este fruto seco é uma verdadeira fonte nutricional.
Apesar de ter um valor calórico elevado (690Cal/100g), deve ser um alimento que deve estar presente todos os dias na nossa alimentação (por exemplo no pequeno almoço). Mas só se devem comer 3 a 4 nozes por dia.
Benefícios:
- Para o sistema nervoso e a atividade intelectual, pois ajudam-nos a melhorar a nossa concentração;
- Previnem a osteoporose devido a serem ricas em cálcio;
- Melhoram a circulação e a produção de glóbulos vermelhos;
- Ajudam a combater a fadiga e o cansaço físico (ideal para quem pratica desporto);
- São também muito benéficas para aliviar a síndroma pré-menstrual.
Comprem e comam as nozes saídas diretamente da casca.


Ela tinha o coração partido em mil pedaços

Ela tinha o coração partido em mil pedaços e ele, na sua inocência, disse-lhe: tenho vontade, tempo e sempre fui bom com puzzles, deixas-me tentar?


Foto: Ela tinha o coração partido em mil pedaços e ele, na sua inocência, disse-lhe: tenho vontade, tempo e sempre fui bom com puzzles, deixas-me tentar?                                                  

Sou eu próprio

Foto: Sou eu próprio uma questão colocada ao mundo e devo fornecer minha resposta; caso contrário, estarei reduzido à resposta que o mundo me der

~Carl Jung~Sou eu próprio uma questão colocada ao mundo e devo fornecer minha resposta; caso contrário, estarei reduzido à resposta que o mundo me der

~Carl Jung~

Fernando Pessoa

Eu queria ter o tempo e o sossego suficientes
Para não pensar em coisa nenhuma,
Para nem me sentir viver,
Para só saber de mim nos olhos dos outros, refletido.
— Fernando Pessoa (Alberto Caeiro, 21.05.1917)

Dicas para disfarçar gordurinhas

Em certas alturas da nossa vida queremos disfarçar alguns quilinhos que temos a mais. Nestas alturas a dieta e o exercício são os primeiros pontos que decidimos passar à acção mas enquanto não temos resultados, existem algumas dicas para disfarçar gordurinhas.

                                     

Essas dicas são:

1. Manter uma postura direita, com os ombros para trás, o pescoço direito e a barriga contraída.

2. Ter a consciência que não podemos usar qualquer roupa. Apesar de vermos muitas roupas que gostamos, nem todas nos vão favorecer.

3. Comprar o tamanho adequado ao seu corpo, não compre tamanhos maiores, pois não irá ajudar a disfarçar as gordurinhas e só dará uma imagem pouco cuidada.

4. Normalmente (e infelizmente, pois podia ser noutras zonas que nos dessem mais jeito) :)) as gorduras acumulam-se mais na zona das ancas, sendo essa a principal àrea a disfarçar. Para isso, devemos desviar a atenção para a parte superior do corpo, através dos decotes e acessórios. No entanto, cuidado com os exageros e os modelos dos decotes…

5. Disfarçar a zona da barriga é essencial, para isso usar camisas e casacos cintados, t-shirts e camisolas, são uma optima opção.

6. Cuidado com os padrões e cores: Deve optar por partes de cima com cores mais fortes e fugir dos padrões grandes. No caso das roupas com riscas, deve optar sempre pelas riscas verticais.

7. Para as saias e calças, escolha modelos a direito e sem bolsos. E mangas a três quartos, no caso de ter os braços volumosos.

domingo, 2 de novembro de 2014

NOVEMBRO AZUL - CANCRO DA PRÓSTATA

                                                             

Câncer de próstata ou cancro da próstata é uma doença na qual ocorre o desenvolvimento de um cancro/tumor na próstata, uma glândula do sistema reprodutor masculino. Ocorre quando as células da próstata sofrem mutações e começam a se multiplicar sem controle. Estas células podem se espalhar (metástase) a partir da próstata em direção a outras partes do corpo, especialmente ossos e linfonodos. O câncer de próstata pode causar dor, dificuldade em urinar, disfunção erétil e outros sintomas.
As taxas de incidência deste tipo de carcinomA variam amplamente no mundo: o câncer é menos comum no sul e leste da Ásia e mais comum na Europa e Estados Unidos.1 O câncer é menos comum entre homens asiáticos e mais comum entre homens negros.2 3
Este tipo de câncer se desenvolve mais frequentemente em homens acima dos 50 anos de idade. Ocorre somente em homens, já que a próstata é uma glândula exclusiva deste sexo. É o tipo de câncer mais comum em homens nos Estados Unidos, país em que é a segunda maior causa de mortes masculinas por câncer, atrás somente do câncer de pulmão. Entretanto, muitos homens que desenvolvem câncer de próstata não apresentam sintomas e acabam morrendo por outras causas. Muitos fatores, incluindo genética e dieta, tem sido relacionados ao desenvolvimento do câncer de próstata.
O câncer de próstata é mais frequentemente descoberto através de exame físico ou por monitoração dos exames de sangue, como o teste do "PSA" (sigla em inglês para antígeno prostático específico). Atualmente existe alguma preocupação sobre a acurácia do teste de PSA e sua real utilidade. Uma suspeita de câncer de próstata é tipicamente confirmada ao se remover uma amostra da próstata (biópsia) e examinando-a sob microscópio. Outros exames, como raio-X e exames de imagem para os ossos, podem ser realizados para determinar se o câncer de próstata se espalhou.
O câncer de próstata pode ser tratado com cirurgia, radioterapia, terapia hormonal, quimioterapia, proteinoterapia ou alguma combinação destes. A idade e saúde do homem, assim como a extensão da dispersão das células, aparência sob análise microscópica e resposta do câncer ao tratamento inicial são importantes em determinar o desfecho da doença. Já que o câncer de próstata é uma doença de homens idosos, muitos irão morrer de outras causas antes que uma lenta evolução do câncer de próstata possa se espalhar ou causar sintomas. Isso faz com que a escolha do tratamento a ser utilizado seja difícil.4 A decisão de tratar ou não um câncer de próstata localizado (um tumor que está contido no interior da próstata) com intenção de cura é um dilema entre os benefícios esperados e os possíveis efeitos danosos em relação à sobrevivência e qualidade de vida do paciente.



O que é a próstata?

A próstata é um órgão do sistema reprodutor masculino que ajuda a produzir e armazenar fluido seminal. Nos homens adultos, a próstata normal possui cerca de 3 centímetros de comprimento e pesa cerca de vinte gramas. Está localizada na pelve, abaixo da bexiga urinária e na frente do reto. A próstata envolve parte da uretra, o ducto que carrega a urina da bexiga durante o ato de urinar e carrega o sêmen durante a ejaculação.Devido a sua localização, as doenças da próstata geralmente afetam o controle urinário, ejaculação e raramente defecação. A próstata contém pequenas glândulas que produzem cerca de vinte por cento do fluido que constitui o sêmen. No câncer de próstata, estas células sofrem mutações e se transformam em células cancerosas. As glândulas da próstata necessitam de hormônios masculinos, conhecidos como andrógenos, para funcionar corretamente. Os andrógenos incluem a testosterona, que é produzida nos testículos, a dehidroepiandrosterona, produzida nas supra-renais e a dihidrotestosterona, que é convertida a partir da testosterona no interior da próstata. Os andrógenos também são responsáveis pelas características sexuais secundárias dos homens, como os pêlos da face e uma massa muscular aumentada.

                                                           
Rastreamento ou Detecção Precoce:

O exame de rastreamento, detecção precoce, geralmente é realizado pelo exame do PSA e pelo exame digital da próstata (o toque retal). Recentemente, novas recomendações tem sido feitas pelas grandes sociedades especializadas. Um estudo europeu demonstrou que os homens com idade de 55 a 69 anos são os que mais se beneficiam quando submetidos aos exames periódicos. Entretanto, existe o risco do diagnóstico de tumores ditos insignificantes, pouco agressivos, que podem nunca progredir. Além do tratamento que pode trazer complicações. Provavelmente, a conduta mais correta é ter as dúvidas esclarecidas, sobre riscos e benefícios com o urologista

                                                                   
O câncer de próstata precoce não causa sintomas:

O câncer de próstata precoce não causa sintomas. Geralmente é diagnosticado após um teste de PSA elevado. Às vezes, entretanto, o câncer de próstata causa sintomas semelhantes aos da hiperplasia prostática benigna. Estes sintomas incluem polaciúria, urinar mais à noite, dificuldade em iniciar e manter um jato contínuo de urina, sangue na urina e ato de urinar doloroso. O câncer de próstata pode também causar problemas com a função sexual, como dificuldade em atingir uma ereção ou ejaculação dolorosa.O câncer de próstata avançado pode causar sintomas adicionais à medida que a doença se espalha para outras partes do corpo. O sintoma mais comum é dor óssea, geralmente nas vértebras (ossos da coluna), pelve ou costelas, do câncer que se espalhou para estes ossos. O câncer de próstata na coluna pode também comprimir a medula espinhal, causando fraqueza nas pernas e incontinência urinária e fecal.

Diagnóstico:

Estudos internacionais evidenciam que o testagem rotineira de indivíduos assintomáticos com PSA traz mais riscos do que benefícios para os pacientes e a recomendação de todos os grupos de trabalho que vêm analisando o caso é pela não solicitação rotineira do PSA em qualquer idade.

         
           
Biópsia

Se há suspeita de câncer, realiza-se uma biópsia da próstata. Durante a biópsia o urologista obtém amostras do tecido da próstata através do reto. Uma pistola de biópsia insere e remove agulhas especiais (geralmente três a seis em cada lado da próstata) em menos de um segundo. As biópsias de próstata são feitas rotineiramente e raramente necessitam de hospitalização. Cinquenta e cinco por cento dos homens relatam desconforto durante o procedimento.

Tratamento:

O tratamento é variável e depende do estadiamento da neoplasia que, grosso modo, pode ser dividido em tumor localizado e tumor metastático.
O tratamento do tumor localizado pode ser cirúrgico ou radioterápico.
O tratamento de tumor metastático baseia-se no bloqueio hormonal da testosterona, inibindo assim o crescimento da massa tumoral sendo frequentemente um tratamento adicional importante. Podem ser utilizados vários tipos de drogas com eficácia e efeitos colaterais variáveis que devem ser levados em conta no momento da escolha do tratamento.

Cirurgia

A remoção cirúrgica da próstata, ou prostatectomia, é um tratamento comum tanto para os cânceres de estágio precoce, quanto para cânceres que falharam em responder à radioterapia. O tipo mais comum é a prostatectomia retropúbica radical, quando o cirurgião remove a próstata através de uma incisão abdominal. Outro tipo é a prostatectomia perineal radical, quando o cirurgião remove a próstata através de uma incisão no períneo, a pele entre o escroto e o ânus. A prostatectomia radical pode também ser realizada laparoscopicamente, através de diversas pequenas incisões (1 cm) no abdômen, com ou sem o auxílio de um robô cirúrgico. A cirurgia robótica é o método preferido no caso de pacientes obesos, devido à dificuldade das operações por cirurgia aberta e por laparoscopia. Porém esse procedimento demora mais tempo, em média o dobro em relação à cirurgia aberta.
A prostatectomia radical é eficiente contra tumores que ainda não se espalharam além da próstata; com as taxas de cura dependendo dos fatores de risco como o nível de PSA e escore de Gleason. Entretanto, ela pode causar lesão nos nervos que significativamente pode alterar a qualidade de vida de um sobrevivente do câncer de próstata. As complicações sérias mais comuns da cirurgia são incontinência urinária e impotência. Embora a sensação peniana e a habilidade de se atingir o orgasmo geralmente permaneçam intactas, a ereção e ejaculação frequentemente são prejudicadas. Medicamentos como a sildenafila (Viagra), tadalafila (Cialis) ou vardenafila (Levitra) podem recuperar em algum grau a potência. Para a maioria dos homens com doença restrita à próstata, uma técnica cirúrgica que preserva os nervos pode ajudar a evitar a incontinência urinária e impotência.
A prostatectomia radical tem tradicionalmente sido utilizada sozinha quando o câncer é pequeno. Quando há margens positivas ou doença localmente avançada, a radioterapia adjuvante pode oferecer uma melhor sobrevivência. A cirurgia também pode ser oferecida quando o câncer não responde à radioterapia. Entretanto, como a radioterapia causa mudanças teciduais, a prostatectomia após a radioterapia possui um risco maior de complicações.

Prostatectomia Radical Laparoscópica e laparoscópica assistida por roboT

Apesar de descrita no início dos anos 1990. Somente após as modificações da técnica publicadas pelos urologistas do Institut Mutualiste Montsouris, Paris, França; a cirurgia laparoscópica foi disseminada pelo mundo, permitindo bons resultados, similares a cirurgia aberta. A prostatectomia radical laparoscópica é forma mais moderna da clássica prostatectomia retropúbica radical. Em contraste com a cirurgia aberta do câncer de próstata, a prostatectomia radical não requer uma grande incisão. Utilizando tecnologia moderna, como a miniaturização e fibras ópticas, a prostatectomia radical laparoscópica é um tratamento minimamente invasivo para o câncer de próstata.
A prostatectomia radical assistida por robo, também chamada prostatectomia robótica, foi inicialmente realizada em Creteil-França e tornou-se a técnica mais realizada, atualmente, nas regiões onde é disponível. Existiam 2 sistemas robóticos utilizados nas cirurgias assistidas com robo: o primeiro e cuja produção foi interrompida, chamado ZEUS ( que consistia em um console e 3 braços robóticos chamados AESOP) e o segundo sistema que, atualmente, é o único em uso, chamado Da Vinci que pode ter 3 e 4 braços. Nos dias atuais, apesar da rápida substituição da técnica com corte (cirurgia aberta) pela robótica, em países como nos EUA, os estudos médicos, não encontraram vantagens evidentes de uma técnica sobre a outra. O que parece ser mais importante é o especialista cirurgião urologista do que a via de acesso escolhida (aberta, laparoscópica ou assistida por robo), pois apresentam resultados semelhantes.

A ressecção transuretral de próstata, geralmente chamada de "RTU de próstata", é um procedimento cirúrgico realizado quando o canal entre a bexiga e o pênis (uretra) é bloqueada pelo aumento da próstata. A RTU de próstata é geralmente realizada para doença benigna (hiperplasia prostática benigna) e não é considerada um tratamento definitivo para o câncer de próstata. Durante o procedimento, um cistoscópio é inserido no pênis, e a próstata bloqueada é cortada.
Na doença metastática, quando o câncer já se espalhou além da próstata, a remoção dos testículos (chamada de orquiectomia) pode ser realizada para diminuir os níveis de testosterona e controlar o crescimento do câncer. (Ver terapia hormonal, abaixo)

Radioterapia e suas modalidades

Trata-se de um tratamento curativo para doença localizada ou localmente avançada. Poucos estudos com poder de detectar diferenças significativas (chamados estudos clínicos randomizados), compararam a radioterapia com a cirurgia, na tentativa de avaliar se existe um tratamento melhor que o outro. Apenas um estudo clínico randomizado comparou a prostatectomia radical e a radioterapia e demonstrou que a cirurgia previne mais a disseminação do tumor, reduzindo a possibilidade de metástases. (Paulson, Lin et al. 1982). A radioterapia pode ser indicada para alívio sintomático de dores ósseas ocasionadas por metástases.

Observação (watchful waiting) e Seguimento ativo (active surveillance)

A simples observação (do inglês watchful waiting), isto é, apenas acompanhar os pacientes diagnosticados com Câncer de próstata até que o paciente apresente sintomas e tratá-los de forma paliativa, isto é, não curativa, demonstrou ser uma modalidade de tratamento com piores resultados quando comparado à cirurgia radical. Pacientes operados apresentaram maior sobrevida geral, melhor sobrevida relacionada ao câncer e menor chance de metástases ao longo da vida.
O seguimento ativo (do inglês active surveillance) é uma modalidade onde o paciente é conduzido atentamente, com exames periódicos, existindo a necessidade de submeter o paciente a novas biópsias, optando por não tratar de imediato pacientes portadores de tumores de baixo risco de progressão. Desta forma, indicando o tratamento (seja prostatectomia radical seja radioterapia) somente aos pacientes em que o câncer progredir. Esta modalidade de tratamento tem a intenção de restringir a exposição aos riscos e complicações conhecidas (como incontinência urinária e disfunção sexual) a apenas os pacientes portadores de câncer não agressivos. Atualmente, devido a falta de acurácia em predizer quais pacientes são portadores de tumores de baixo-risco, o seguimento ativo é indicado a apenas um grupo restrito de pacientes portadores de tumores pouco agressivos ou com expectativa de vida < 10-15 anos, seja pela idade avançada, seja pelas doenças que o paciente já apresenta, as chamadas comorbidades (fumo, pressão alta, obesidade, sedentarismo...) que, por vezes, podem levar o paciente a morte antes do tumor progredir.

Terapia hormonal

A terapia hormonal usa medicamentos ou cirurgia para impedir que as células do câncer de próstata adquiram dihidrotestosterona (DHT), um hormônio produzido na próstata que é necessário para o crescimento e dispersão da maioria das células do câncer de próstata. O bloqueio do DHT geralmente faz com que o câncer de próstata pare de crescer e até mesmo diminua. Entretanto, a terapia hormonal raramente cura o câncer de próstata porque os cânceres que inicialmente respondem à terapia hormonal geralmente se tornam resistentes após um ou dois anos. A terapia hormonal é então usada quando o câncer já se espalhou da próstata. Também pode ser administrada para alguns homens que estão sob radioterapia ou fizeram cirurgia, para prevenir o retorno de seu câncer.
A terapia hormonal para o câncer de próstata age nas vias metabólicas que o corpo usa para produzir a DHT. Um ciclo de retroalimentação envolvendo os testículos, hipotálamo, hipófise, supra-renais e próstata controla os níveis sanguíneos de DHT. Primeiro, os baixos níveis sanguíneos de DHT estimulam o hipotálamo a produzir hormônio liberador de gonadotrofina (GnRH). O GnRH então estimula a hipófise a produzir hormônio luteinizante (LH), o qual estimula os testículos a produzir testosterona. Finalmente, a testosterona dos testículos e a dehidroepiandrosterona das glândulas supra-renais estimulam a próstata a produzir mais DHT. A terapia hormonal diminui os níveis de DHT pois interrompe esta via metabólica em algum ponto.

Existem diversas formas de terapia hormonal para o câncer de próstata:

Orquiectomia é a cirurgia para remover os testículos. Como os testículos produzem a maior parte da testosterona do corpo, a sua remoção cirúrgica faz com que os níveis de testosterona caiam logo em seguida. Com isso, a próstata não somente deixa de receber estímulo da testosterona para produzir mais DHT, como também não possui testosterona suficiente para transformá-la em DHT.
Antiandrógenos são medicamentos como flutamida, bicalutamida, nilutamida, e acetato de ciproterona que diretamente bloqueiam as ações da testosterona e da DHT no interior das células do câncer de próstata.
Medicamentos que bloqueiam a produção dos andrógenos supra-renais como a DHEA incluem o cetoconazol e a aminoglutetimida. Como as glândulas supra-renais produzem somente cerca de 5% dos andrógenos do corpo, estes medicamentos são geralmente usados somente em combinação com outros métodos que possam bloquear os 95% de andrógenos produzidos pelos testículos. Estes métodos combinados são chamados de bloqueio androgênico total (BAT). O BAT também pode ser obtido com o uso de antiandrógenos.
A ação do hormônio liberador de gonadotrofina pode ser interrompida de duas maneiras. Os antagonistas do GnRH impedem a produção de LH diretamente, enquanto os agonistas do GnRH inibem o LH através de um processo de regulação para baixo (downregulation) após um efeito de estimulação inicial. Abarelix é um exemplo de antagonista do GnRH, enquanto os agonistas do GnRH incluem leuprolida, goserelin, triptorelin e buserelin. Inicialmente, os agonistas do GnRH aumentam a produção do LH. Entretanto, como o constante fornecimento desta medicação não coincide com o ritmo de produção natural do corpo, a produção de LH e GnRH diminui após algumas semanas.Os tratamentos hormonais que mais têm sucesso são a orquiectomia e os agonistas do GnRH. Apesar de seu elevado custo, os agonistas do GnRH são geralmente escolhidos ao invés da orquiectomia, por questões cosméticas e emocionais.
Cada tratamento possui desvantagens que limitam seu uso em certas circunstâncias. Apesar de a orquiectomia ser uma cirurgia de baixo risco, o impacto psicológico da remoção dos testículos pode ser significante. A perda de testosterona também causa ondas de calor, ganho de peso, perda da libido, aumento das mama (ginecomastia), impotência e osteoporose. Os agonistas do GnRH podem causar os mesmos efeitos da orquiectomia mas podem causar piores sintomas no início do tratamento. Quando os agonistas do GnRH começam a ser usados, os aumentos de testosterona podem levar a uma dor aumentada nos ossos (originada do câncer metastático), então antiandrógenos são usados para diminuir estes efeitos colaterais. Os estrógenos não são comumente utilizados pois eles aumentam o risco de doença cardiovascular e trombose. Os antiandrógenos geralmente não causam impotência e geram menos dor nos óssos e massa muscular. O cetoconazol pode causar lesões no fígado com o uso prologando e a aminoglutetimida pode causar rashes cutâneos.

Prognóstico

As taxas de câncer de próstata são maiores e o prognóstico é pior em países desenvolvidos do que no resto do mundo. Muito dos fatores de risco para o câncer de próstata são mais prevalentes nos países desenvolvidos, incluindo maior expectativa de vida e dietas rica em carne vermelha e derivados do leite.
Também, onde há maior acesso a programas de monitoramento, existe uma taxa maior de detecção. O câncer de próstata é o nono câncer mais comum no mundo, mas é o primeiro câncer (excluindo os de pele) em homens nos Estados Unidos. O câncer de próstata afetou dezoito porcento dos homens norte-americanos e causou morte em 3% em 2005. No Japão, as mortes por câncer de próstata foram 20% a 50% das taxas nos Estados Unidos e Europa nos anos 1990s. Na Índia, nos anos 1990s, metades das pessoas com câncer de próstata restrito à próstata morreram em 10 anos. Homens negros possuem 50-60 vezes mais câncer de próstata e mais mortes por câncer do que homens em Shanghai, China. Na Nigéria, dois por cento dos homens desenvolvem câncer de próstata e 64% deles morrem após dois anos.
Em pacientes sob tratamento, os indicadores de prognóstico clínico da doença são o estadiamento, nível de PSA antes da terapia e escore de Gleason. Em geral, quando maior o grau e o estadiamento, pior o prognóstico. Pode-se utilizar normogramas para calcular o risco estimado de um paciente. As predições são baseadas em experiências em grandes grupos de pacientes que sofreram de câncer em diversos estadiametos.

                                                           

Bonecas

Bonecas
Um homem e uma mulher estavam casados por mais de 60 anos.
Eles tinham compartilhado tudo um com o outro.
Eles tinham conversado sobre tudo.
Eles não tinham segredo entre eles afora uma caixa de sapato que a mulher guardava em cima de um armário e tinha avisado ao marido que nunca abrisse aquela caixa e nem perguntasse o que havia nela.
Assim por todos aqueles anos ele nunca nem pensou sobre o que estaria naquela caixa de sapato.
Mas um dia a velhinha ficou muito doente e o médico falou que ela não sobreviveria.
Visto isso o velhinho tirou a caixa de cima do armário e a levou pra perto da cama da mulher.
Ela concordou que era a hora dele saber o que havia naquela caixa.
Quando ele abriu a tal caixa, viu 2 bonecas de crochê e um pacote de dinheiro que totalizava 95 mil dólares.
Ele perguntou a ela o que aquilo significava, ela explicou;
- Quando nós nos casamos minha avó me disse que o segredo de um casamento feliz é nunca argumentar/brigar por nada.
E se alguma vez eu ficasse com raiva de você que eu ficasse quieta e fizesse uma boneca de crochê.
O velhinho ficou tão emocionado que teve que conter as lágrimas enquanto pensava 'Somente 2 bonecas preciosas estavam na caixa.
Ela ficou com raiva de mim somente 2 vezes por todos esses anos de vida e amor.'
- Querida!!! - ele falou
- Você me explicou sobre as bonecas, mas e esse dinheiro todo de onde veio?
- Ah!!! - ela disse
- Esse é o dinheiro que eu fiz com a venda das bonecas.


Estado da Minha Alma



“Espero sinceramente, do fundo do meu coração que quando te deres conta que estás a me perder não seja tarde demais. Espero que não demores para cair na real, para abrir os olhos e te dares conta da pessoa maravilhosa que tiveste ao teu lado. Espero que não demores para valorizar a minha companhia, a minha presença enquanto ainda estou ao teu lado. Espero que fales besteiras para me fazer sorrir,só para falar sobre o sorriso lindo que  tanto gostas. Espero que numa manhã de domingo me digas o quanto sou linda. Espero que me abraces inesperadamente e sussurres em meu ouvido que aqui nos meus braços é o melhor lugar do mundo. Espero que faças tudo para demonstrar o que sentes enquanto eu ainda me importa. Espero que caias em ti e não me deixes escapar. Afinal sou eu que fico preocupada quando demoras para ligar ou quando passas horas sem dar notícias.Sou eu que fico mal quando nós estamos brigados e sou eu que faço tudo para ficar tudo bem. Tem muitos outros por aí a querer só um pouco dos cuidados que eu te dou, então aproveita, demonstra, valoriza, antes que seja tarde demais.”

LEIAM POR FAVOR,ASSUNTO DE EXTREMA IMPORTÂNCIA

https://www.facebook.com/groups/apipo/permalink/1501197356798496/